Pesquisar
Close this search box.

Vale a pena trabalhar com dropshipping em 2024? Entenda se ainda é lucrativo, e veja dicas

By: newscreditmoney.com
22 de janeiro de 2024

O dropshipping se refere a um modelo de negócios que possibilita a venda online sem a necessidade de ter um lugar para armazenar produtos. Na verdade, o empreendedor nem precisa ter um estoque. Mas diante de preços baixos e um mercado bem competitivo, fazer dropshipping ainda vale a pena?

No mundo do dropshipping, é fundamental contar com parcerias boas e divulgar bem os produtos. Para isso, o segredo está em encontrar bons fornecedores dentro e fora do Brasil. Esses comerciantes ajudam na manutenção de uma vantajosa estratégia de precificação e a mantêm o serviço de entrega eficiente.

Neste post, você vai ficar por dentro sobre como funciona e se é uma boa escolha fazer dropshipping em 2024. Acompanhe a leitura!

O que é e como funciona o modelo dropshipping?

Normalmente, em lojas online tradicionais, o vendedor precisa ter um estoque de produtos estocados. Assim, quando alguém compra algum item, o vendedor já tem o produto em mãos e pode enviar imediatamente.

O problema é que ter um estoque grande exige muito espaço e alguns produtos podem ficar parados, causando prejuízos. No dropshipping, o funcionamento é diferente. Quando alguém compra algo na sua loja online, você entra em contato com um fornecedor, que pode ser do Brasil ou de outro lugar, e ele cuida de separar e enviar o produto direto para o cliente.

Assim, você não precisa se preocupar com guardar os produtos, fazer embalagem ou entregar. Seu trabalho na loja de dropshipping é mais como juntar as pessoas que gostam de certos produtos com os fornecedores que conseguem atender a essa demanda.

Mas isso não significa que é mais fácil. Ainda precisa investir tempo e dinheiro para criar uma loja online, escolher os melhores produtos, fazer parcerias com fornecedores, divulgar na internet e fazer outras ações para o negócio dar certo.

Quanto é possível ganhar com dropshipping?

Os lucros dependem de vários fatores, como o que está sendo vendido, a estratégia de precificação adotada, e se o marketing e controle de gastos estão funcionando. Caso consiga identificar o que está em alta no mercado, escolhe produtos que têm uma boa margem de lucro e investe em divulgação online, a chance de ter um bom retorno financeiro é grande.

Quando se pensa em começar um novo negócio, a matemática entre o que se gasta e o que se ganha é super importante. E a vantagem do dropshipping é que os custos no início são bem mais baixos, já que dá para usar recursos gratuitos e não precisa ter um estoque de produtos. Isso significa que, se tudo der certo, os lucros podem ser melhores do que em um negócio tradicional. Então, basta pensar da seguinte forma: menos gastos iniciais, mais chance de ganhar dinheiro.

Vantagens e desvantagens do dropshipping

Imagem: Action Software.

Por mais que seja um modelo de negócios tentador, antes de começar a fazer dropshipping é importante entender seus prós e contras, que estão listados a seguir. Acompanhe!

Vantagens 

Baixo custo para começar ‒ ao iniciar um negócio, há muitos custos a serem considerados, como comprar produtos e alugar espaço para armazenamento. No dropshipping, o vendedor não precisa se preocupar com esses fatores. Não é necessário ter os produtos em estoque, e toda a logística é cuidada pelo fornecedor, que muitas vezes também produz as mercadorias.

Variedade de produtos ‒ às vezes, alguns produtos viram tendência entre os consumidores. Quem consegue oferecer essas novidades rapidamente tem uma vantagem. Com o dropshipping, você pode acessar novos produtos de forma rápida e adicionar ao seu catálogo online.

Menos intermediários, custos menores para o consumidor ‒ para quem compra, o dropshipping é ótimo. Diminui o número de intermediários, o que faz com que o produto final seja mais barato. Além disso, não fica dependente do estoque de lojas nacionais, algo que é excelente para o empreendedor.

Foco nas vendas e no atendimento ao cliente ‒ como não precisa se preocupar em comprar produtos, organizar entregas e lidar com devoluções, o empreendedor pode investir mais tempo em fazer propaganda e atender bem aos clientes. A divulgação é super importante para qualquer loja online, e um bom atendimento aumenta a confiança dos clientes.

Desvantagens

Tarifas alfandegárias ‒ se você vender produtos de fornecedores internacionais, tem que ficar de olho nas regras de importação. Produtos de fora podem passar pela alfândega e ter taxas extras.

Dependência dos fornecedores ‒ se o fornecedor não tiver um produto em estoque, você pode acabar com pedidos atrasados. Além disso, como o fornecedor cuida de tudo, você não sabe exatamente o que será entregue, e a responsabilidade ainda é sua.

Demora com o prazo de entrega ‒ principalmente em compras internacionais, os produtos podem demorar bastante para chegar. A passagem pela alfândega pode atrasar ainda mais. É importante informar os clientes sobre o prazo de entrega, e compartilhar o código de rastreio assim que possível.

Alta concorrência ‒ muita gente está entrando no dropshipping, e as lojas acabam vendendo os mesmos produtos por preços parecidos. Dessa forma, é preciso se destacar para atrair clientes.

Como em qualquer negócio, é importante pesar os fatores positivos e negativos na hora de decidir se o dropshipping se encaixa com suas expectativas.

Possíveis tendências para o dropshipping em 2024

Imagem: Produtos para Dropshipping.

A competição nos nichos populares é um ponto para ficar de olho, mas isso não é apenas no dropshipping, abrange todo o mercado digital. Então, é importante se atentar às tendências para descobrir oportunidades antes da concorrência.

Melhores segmentos para investir ‒ alguns segmentos continuam sendo promissores no dropshipping, como produtos sustentáveis, itens tecnológicos, bem-estar, moda e acessórios. Além disso, tem a personalização e produtos exclusivos, que estão se popularizando.

Fornecedores fáceis de negociar ‒ a escolha dos fornecedores é essencial. Assim, a sugestão é estabelecer parceria com aqueles com boa fama, mais flexíveis nas negociações e que garantem produtos de qualidade. Muita gente gosta de usar plataformas conhecidas como AliExpress e Oberlo para achar fornecedores confiáveis.

Plataformas e ferramentas importantes ‒ as plataformas como Shopify e WooCommerce são bem populares, mas as plataformas nacionais, como a Nuvemshop, podem ter vantagens por entender melhor como os brasileiros compram e dar suporte em português, por exemplo. Ainda, existem as ferramentas de análise de dados, automação de marketing e SEO, que são superimportantes para o sucesso do negócio.

Afinal, fazer dropshipping em 2024 vale a pena?

A ideia de começar a vender sem ter um estoque e com pouco dinheiro inicial é o sonho de quem entra no mercado dropshipping. Mas, existem mais fatores a considerar, como as tarifas alfandegárias e a quantidade de concorrentes, para garantir que esse investimento seja um sucesso.

Dessa forma, com todos esses detalhes definidos e levando em conta o seu jeito de fazer negócios, investir em dropshipping em 2024 pode ser uma boa ideia.

VEJA TAMBÉM Investir ou gastar? Como tomar a melhor decisão com o dinheiro extra

Quem leu esse artigo também leu esses artigos!

0