Pesquisar
Close this search box.

Fiz um empréstimo e perdi o emprego: o que fazer?

By: newscreditmoney.com
24 de agosto de 2023

Seja por necessidade ou por um projeto pessoal, muitos se veem na situação de ter solicitado um empréstimo e, de repente, sem uma fonte estável para honrar esse compromisso.

A pergunta então é: o que fazer neste cenário? Neste artigo, exploraremos medidas práticas e estratégicas para lidar com esse tipo de situação. Nosso objetivo é oferecer orientação e suporte para quem está nesse momento delicado, buscando saídas viáveis ​​e menos prejudiciais para sua saúde financeira.

Portanto, veja algumas dicas do que fazer caso você faça um empréstimo e perca o emprego.

Faça um caixa de emergência

Ao se deparar com a despedida ou a decisão de sair de um emprego, tenha sempre uma reserva de emergência em uma conta separada. Decida fazer uma reserva de emergência de pelo menos 6 meses dos seus custos fixos mensais.

Assim permitirá você ter a tranquilidade de manter a sua vida por 6 meses e pensar melhor no que fazer com os empréstimos feitos. Isso vai te dar mais tranquilidade e segurança na hora de tomar decisões.

Mantenha a Transparência com Seus Credores

Ao confirmar sua demissão, é vital conectar-se à instituição que forneceu o empréstimo. Ao manter os mantidos a par da situação, aumenta-se as chances de encontrar um meio-termo que beneficie ambos os lados, evitando surpresas observadas, como juros mais altos.

A gestão financeira pessoal pode se tornar um desafio, principalmente em situações inesperadas, como a perda de emprego, emergências médicas ou outros gastos imprevistos.

Quando enfrentamos dificuldades em cumprir com nossos compromissos financeiros, como pagamento de empréstimos, a tendência natural pode ser evitar o contato com os credores por medo ou vergonha. No entanto, a transparência é sua aliada mais valiosa nesses momentos.

Repense os Termos do Seu Empréstimo

Ao dialogar com seu banco ou financeiro, considere revisitar os termos do empréstimo. Os credores, em sua maioria, querem facilitar seu pagamento, não o contrário. Expressando sua vontade de resolver a pendência e apresentando o que pode oferecer mensalmente, você pode descobrir opções mais flexíveis.

Para uma renegociação eficaz, é essencial adotar algumas estratégias. Inicialmente, antes de entrar em contato com uma instituição financeira, certifique-se de estar bem informado sobre os detalhes de sua dívida.

Conhecer o montante total, os juros acumulados e as parcelas pendentes oferecem a você uma posição mais sólida na hora de negociar. Além disso, ser transparente quanto à sua situação financeira real é fundamental. A honestidade e a demonstração de uma intenção genuína de resolver o problema tendem a tornar as instituições financeiras mais flexíveis.

Não menos importante, familiarize-se com as práticas padrão do mercado. Isso pode lhe dar uma perspectiva mais ampla e, em determinadas situações, considerar a possibilidade de transferir a dívida para outra instituição com condições mais seguras pode ser uma alternativa.

Após concluir a renegociação, a palavra-chave é compromisso. Cumprir o novo acordo é vital, pois qualquer atraso subsequente pode não ser tratado com tanta leniência pelo credor. Aproveite também esse momento de renegociação para revisitar seu planejamento financeiro.

Estabeleça novas metas, pense na criação de um fundo de emergência e, se as condições permitirem, antecipe pagamentos, minimizando assim encargos futuros.

Descubra Novas Fontes de Renda

Caso tenha se encontrado na encruzilhada de um empréstimo e uma demissão, é uma chance de olhar para seus talentos com outros olhos. Paixões pessoais, como culinária, artesanato ou consultoria, podem se transformar em rendimentos adicionais. A solução pode não estar apenas em um trabalho tradicional com registro.

Aqui estão algumas sugestões:

  • Economia Gig: Plataformas como Uber, Airbnb e TaskRabbit oferecem oportunidades para ganhar dinheiro com base em habilidades específicas ou ativos que você já possui.
  • Freelance ou Consultoria: Sites como Upwork, Freelancer e Fiverr permitem que profissionais ofereçam seus serviços em diversos setores, desde redação e design até programação e consultoria.
  • Venda de Produtos Online: Plataformas como Etsy, Mercado Livre e Amazon oferecem espaços para vendedores independentes comercializarem seus produtos.
  • Investimento em Ações ou Criptomoedas: A bolsa de valores e as criptomoedas podem ser uma forma de gerar renda, mas é essencial estar ciente dos riscos e se informar bem antes de começar.
  • Blogging ou Vlogging: Criar um blog ou um canal no YouTube pode não gerar renda imediatamente, mas com dedicação e crescimento de audiência, pode se tornar uma fonte significativa de renda através de publicidade, patrocínios e vendas de produtos.
  • Afiliados e Marketing de Influência: Recomendar produtos e ganhar comissão sobre as vendas, ou fazer parcerias com marcas para promoções pagas, são formas cada vez mais populares de monetização.

Enfrentar a demissão após um empréstimo é, infelizmente, uma realidade para muitos. Contudo, com planejamento e as estratégias planejadas, como as destacadas acima, é possível encontrar luz no fim do túnel e reequilibrar as finanças.

Em tempos de incerteza econômica e reviravoltas profissionais, a combinação de empréstimos pendentes e a perda do emprego pode parecer uma tempestade perfeita.

Contudo, é crucial lembrar que, por mais desafiador que possa parecer, você não está sozinho nessa situação e existem caminhos e recursos disponíveis para ajudá-lo a navegar por essas águas turbulentas.

Primeiramente, mantenha a calma e evite tomar decisões precipitadas sob o efeito do pânico. Inicie um diálogo transparente com seus credores, busque aconselhamento financeiro e considere formas alternativas de renda, mesmo que temporárias.

A adversidade tem o poder de ensinar, de refinar e de forjar resiliência. Embora o cenário possa parecer sombrio agora, com planejamento e ação deliberada, é possível superar essa fase e emergir financeira e pessoalmente fortalecido. Lembre-se, toda tempestade passa e o sol sempre volta a brilhar. Mantenha a esperança, busque apoio e dê um passo de cada vez.

Quem leu esse artigo também leu esses artigos!

0